MENU RÁPIDO

DNPontocom | Parceria Serasa e DNpontocom
8350
post-template-default,single,single-post,postid-8350,single-format-standard,do-etfw,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2,vc_responsive
 

Blog

Parceria Serasa e DNpontocom

  |   Curiosidades, Informativo, seguranca   |   Nenhum comentário

A Serasa fechou parceria com a DNpontocom, empresa de consultoria especializada no mercado de prevenção a fraude e segurança digital, para aprimorar seus serviços antifraude e ajudar o consumidor a se proteger e evitar prejuízos com a ação de golpistas. A consultoria prestada pelo especialista e fundador da empresa, Daniel Nascimento, tem o objetivo de transformar em dicas e orientações de prevenção toda a experiência adquirida por ele, após os diversos anos de atuação no submundo dos hackers.

 

“A indústria da fraude está em constante evolução. A parceria com a DNpontocom nos permite conhecer mais sobre os mecanismos que envolvem as fraudes de identidade e, assim, aprimorar nossos produtos antifraudes, além de oferecer aos consumidores dicas eficazes de proteção”, diz o vice-presidente do SerasaConsumidor, Silvio Frison. “A informação é a matéria-prima da Serasa e, ao incorporarmos um ex-hacker nesse processo, agregamos ainda mais segurança a esta informação, contribuindo para a criação de serviços mais sustentáveis e seguros”, acrescenta.

 

Para Daniel Nascimento, é imprescindível que as empresas passem a se preocupar e ajudar cada vez mais o consumidor a se proteger contra a ação de golpistas. “Qualquer pessoa está sujeita a ser vítima de um fraudador, mas se a maioria tiver consciência de sempre reforçar a proteção e contar com a ajuda de companhias que caminham lado a lado do cidadão, como a Serasa, certamente seria possível estreitar muitos caminhos da fraude”, diz.

 

Para evitar cair na armadilha dos fraudadores, veja abaixo 15 dicas de prevenção preparadas pelo especialista da DNpontocom:

 

 

1)   Nunca perca de vista os documentos, cartão de crédito e folhas de cheque;

2)  Ao receber uma ligação, não passar qualquer informação pelo telefone, nem mesmo se o atendente tiver alguns dados reais da pessoa. Na dúvida, peça um telefone oficial da empresa ou instituição e retorne à ligação;

3)   Ao sair de casa, procure andar somente com os documentos necessários;

4)  Não peça informações a terceiros sobre documentos ou acessos, a caixa eletrônico, por exemplo. Procure sempre um funcionário do local;

5)   Tenha cuidado na hora de fazer cópias de seus documentos. Se possível, faça somente em um lugar de confiança;

6) Na internet, faça compras e preencha formulários somente em sites recomendados por órgãos oficiais. No caso de lojas ou prestadoras de serviços, faça pesquisas em sites de reclamações para saber a reputação. Tenha preferências por sites que possuem tecnologia SSL, identificada pelo cadeado verde ao lado da URL;

7)  Tenha cuidado com sites que anunciam oferta de emprego ou produtos com preços muito inferiores ao mercado;

8)  Além dos documentos e dados pessoais, nunca compartilhe fotos de ticket de viagem, comprovantes de pagamento, boletins e diplomas educacionais, etc. Esses tipos de informação podem ser valiosos para um fraudador aperfeiçoar um tipo de golpe;

9)    Antes de instalar um aplicativo no celular, pesquise se é confiável;

10) Ao usar computadores compartilhados, verificar se fez o log off das suas contas (e-mail, internet banking etc.);

11)  Não caia em mensagens falsas no e-mail, como: “atualize seu cadastro”, “você ganhou um cartão de crédito no valor de R$ 1.500,00” etc. Desconfie sempre. Na dúvida, antes de clicar em qualquer botão, tente entrar em contato com o remetente;

12)  Em caso de extravio, furto ou roubo de documentos e/ou cheques, além de fazer um Boletim de Ocorrência (B.O), registre um alerta gratuito no Serviço de Documentos e Cheques Roubados da Serasa: www.serasaconsumidor.com.br/servicos-roubo-perda-de-documentos/;

13)  Limite suas publicações em redes sociais somente para amigos. Não deixe “público”;

14)  Não use redes Wi-Fi abertas, pois elas podem ajudar fraudadores a interceptar dados.

15)  Mantenha atualizados os sistemas e antivírus do computador e celular.

 

Sobre Daniel Nascimento*

 

Em 2002, aos 12 anos, Daniel Nascimento iniciou seus primeiros ataques como hacker, ganhando cada vez mais know-how e, em 2005, ficou conhecido como o maior hacker do país. Foi preso pela Polícia Federal na chamada operação pontocom. Após sua passagem pelo submundo da elite dos hackers, resolveu dar um novo rumo para a sua vida. Frequentou alguns cursos acadêmicos, tornou-se empresário e lançou o livro autobiográfico “DNpontocom – A Vida Secreta a Glamurosa de um Ex-Hacker”.

 

Desde 2014, utiliza seus conhecimentos adquiridos prestando consultoria na área de segurança digital, desenvolve aplicativos de alta tecnologia e ministra palestras sobre o assunto por todo o país.

 

Para saber mais, acesse: www.dnpontocom.com.br

 

Fonte: http://noticias.serasaexperian.com.br/cresce-o-numero-de-idosos-com-alto-risco-de-sofrer-fraude-no-brasil-revela-estudo-da-serasa/

Comentários no Facebook