MENU RÁPIDO

DNPontocom | Blog
1868
blog,do-etfw,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2,vc_responsive
 

“As notícias falsas são como um novo vírus de computador, que precisa de cura. Urgente”

“As notícias falsas são como um novo vírus de computador, que precisa de cura. Urgente”

  |   Curiosidades, Entrevistas, Informativo, seguranca   |   Nenhum comentário

por Daniel Nascimento

Olá, sou Daniel Nascimento, sou de Bauru, tenho 29 anos, sou empresário especialista em segurança digital. Mas, provavelmente, você tenha ouvido falar ou vá encontrar em uma busca na internet sobre o Daniel Nascimento que sou “um dos maiores hackers do Brasil”. Aquele que invadiu os servidores nacionais e estrangeiros, como os do governo, atacou redes de telefonia, o que deixou a Região Nordeste sem acesso à internet durante uma semana e que foi detido, ainda menor de idade, na operação da Polícia Federal chamada “Ponto Com” em 2005. Sim, sou esse também.

Ser um ex-hacker pode soar para muitos como algo muito mais curioso e com consequências ruins, imagino, pois, pelo menos aqui no Brasil, ignoramos o significado que a palavra “hacker” traz. Hacker é a pessoa com grandes conhecimentos de informática e programação, que se dedica a encontrar falhas em sistemas e redes computacionais (segundo o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa) — mas a adotamos para se referir àquilo que acreditamos que possa ser um “criminoso cibernético”, que invade seu email, rouba suas senhas e até seu dinheiro no banco.

Foi por esse sentimento, e por tudo que ele carrega até hoje, que escrevi meu primeiro livro, em 2015, o Dnpontocom – A Vida Secreta e Glamourosa de Um Ex-hacker. É uma verdadeira ode pessoal, um desabafo e quiçá, o meu melhor divã. Nele, conto absolutamente tudo que envolve as notícias que você vai achar no Google, com uma pitada de dever cumprido em ser ouvido, afinal, ser um hacker nos anos 2000, aos 11 anos, envolve muito mais do que a malícia de um adulto que invade sistemas.

Depois desse livro, resolvi não deixar o preconceito abater o meu trabalho, segui com as empresas que eu já tinha de diferentes segmentos e fundei a DNPontoCom, uma empresa de tecnologia, que discute e traz soluções tecnológicas, a partir do meu conhecimento e de outros técnicos de TI, para explorar e melhorar a segurança digital que você, usuário comum ou não, navega todos os dias.

Parece que o jogo virou, não é mesmo? Sim, ser um ex-hacker-empresário-apaixonado por tecnologia e utilizar esse talento para entregar soluções em tecnologia parece um pouco mais justo, certo?

Mas o que preciso te dizer é que isso já acontece em outros países. Países menos evoluídos economicamente que o Brasil e outros mais avançados, como os EUA. Há anos nos EUA, quando hackers são descobertos eles não são enviados para uma cadeia como no Brasil: são contratados pelo Estado para ocupar cargos na Inteligência do Governo e colaborar com a segurança digital. A minha discussão é sobre o quanto estamos desperdiçando essas oportunidades por aqui.

Recentemente, fui convidado pelo Senado Federal a participar de uma seção que discutiu a questão das Fake News, assunto de suma importância, principalmente se lembrarmos que esse ano teremos eleições no país. Essa nova iniciativa do governo abre a discussão sobre o tema e pode formar o interesse social por informações mais limpas e verídicas. Esse é um primeiro passo, que demorou para acontecer, mas está acontecendo!

Então levei à seção plenária o meu projeto Fake News Autentica, que une tecnologia a uma equipe curadora, formada por jornalistas, para validar as informações que estão sendo publicadas. É um projeto simples, educacional e de infraestrutura menos burocrática, que irá reagir a essa tempestade de notícias falsas que dominam a internet.

Uma das possibilidades imaginadas para o projeto é que um bot seja responsável pela absorção das dúvidas das pessoas sobre determinado conteúdo. Ao utilizarem uma hashtag da campanha, isso torna rastreáveis os conteúdos suspeitos, permitindo a validação de sua veracidade pelo portal. Mas há, também, um trabalho de inteligência artificial a se fazer, em que a partir da coleta de dados dos focos de onde estão sendo espalhadas essas fake news, essas informações poderão ajudar as entidades responsáveis a combater esses crimes da internet.

Como consultor em segurança digital, eu também poderia gravar vídeos ou distribuir pautas pela imprensa dando dicas óbvias de como se proteger de Fake News (tais como “confira a fonte do conteúdo”, “leia o texto até o final e não só o título”) mas não seria suficiente.

Há algo maior a ser feito contra Fake News, que vai além de simplesmente controlar a internet e passar a censurar esses conteúdos. É preciso reeducar as pessoas

O Fake News Autentica objetiva reeducar o usuário da internet, uma conscientização intuitiva com o viés de fazer a população se questionar e nos pedir ajuda para validar aquilo que está sendo divulgado. As notícias falsas são como um novo vírus de computador, que precisa de uma cura, e sua urgência, pelo menos no Brasil, é para que não tenhamos eleições como os EUA viveram na candidatura de Trump.

O projeto ainda está sendo discutido e espero que muito em breve ele receba o apoio necessário para atuar, que se torne um grande case nacional na resolução do problema e também na desmistificação do que hackers, ex-hackers, profissionais de tecnologia ou qualquer outro nome que você prefira denominar, podem fazer para colaborar a partir dos seus conhecimentos.

O caminho foi longo até agora e quero que continue sendo. Por isso, aproveito esse espaço para, também, convocar outras pessoas capazes de colaborar com essa evolução na segurança digital. Que elas se sintam incentivadas a abrir o debate e apresentar cada vez mais capacitação técnica para empresas e entidades. O preconceito é grande e muitas vezes a ideologia e a cultura engessada atrapalham, mas a evolução está acontecendo e não podemos deixar que isso nos atrase ainda mais.

 

 

Daniel Nascimento, 29, é ex-hacker, consultor em segurança digital e CEO da DNPontocom, empresa especializada em segurança e soluções digitais.

 

https://projetodraft.com/as-noticias-falsas-sao-como-um-novo-virus-de-computador-que-precisa-de-cura-e-e-urgente/

Leia mais

Como combater fake news sem abrir espaço para a censura?

  |   Informativo, Revistas, seguranca   |   Nenhum comentário

São Paulo – Apesar de boatos não serem, de forma alguma, um fenômeno recente, a dimensão de sua propagação proporcionada pelas redes sociais, especialmente em momentos críticos como às vésperas de eleições, é. O combate às fake news entrou na agenda política e midiática nacional, o que levou a algumas possibilidades distintas de atuação.

Algumas pessoas tendem a preferir soluções institucionais, como a responsabilização dos produtores e a tipificação do crime pela legislação brasileira. No entanto, essa via leva a um outro questionamento ético: como garantir que as pessoas nas instituições responsáveis por punir a propagação de fake news vão agir de forma isenta, sem incorrer em perseguição política contra adversários?

Para Daniel Nascimento, ex-hacker e consultor de Segurança Digital, a reação às notícias falsas deve ser tão “espontânea” quanto a sua propagação. Ele explica que a proliferação dos boatos é facilitada pelo imediatismo que a internet proporciona. “A pessoa só lê a manchete, três linhas, e já compartilha”, exemplifica.

Por isso, ele trabalha no desenvolvimento de uma ferramenta, a”fakenewsautentica”, que mostraria, mediante o uso de um comando, a veracidade das notícias recebidas pelo Whatsapp ou pelo Facebook instantaneamente. Segundo ele, é possível usar os “bots” que propagam notícias falsas para propagar os desmentidos e as notícias bem apuradas, com base no trabalho de jornalistas contratados para esse propósito.

https://exame.abril.com.br/brasil/como-combater-fake-news-sem-abrir-espaco-para-a-censura/

Leia mais

Daniel Nascimento Projeto Fake news autentica

  |   Informativo, seguranca   |   Nenhum comentário

Nesta quarta-feira (21), Daniel Nascimento, consultor em segurança digital e CEO da DNPontocom, empresa especializada em segurança e soluções digitais, apresenta no Senado o projeto Fake News Autentica, projeto que visa ajudar a combater a disseminação de notícias falsas e sensacionalistas na internet.

Segundo Nascimento, o projeto é um portal formado por jornalistas e analistas que investigam notícias divulgadas na internet e validem a veracidade dessas informações, criando trendings topics no portal. Junto à averiguação desse grupo há o trabalho dos bots, um robô que automatiza procedimentos computadorizados, espalhados na internet e nas redes sociais, que fazem a leitura e captam também essas informações.

O executivo comenta que o mundo todo hoje se debruça neste problema de notícias falsas, a fim de solucionar essa questão, sem apelar para a censura no conteúdo online. “Não temos como conter a produção de Fake News, pois isso seria controlar a internet, mas precisamos adotar medidas educativas com o uso de ferramentas que nos ajudem a reduzir esse obstáculo”, comenta.

O bot também será responsável pela absorção das dúvidas das pessoas sobre determinado conteúdo. Ao utilizar a hashtag #fakenewsautentica, é possível permitir o rastreamento pelo robô dessa matéria e a validação de sua veracidade pelo portal. Por outro lado, há um trabalho de inteligência artificial, que coletem dados dos focos de onde estão sendo espalhadas essas fake news e ajudem as entidades responsáveis a combater esses crimes da internet.

“Esse é um ano muito importante para o Brasil usar essas alternativas e ferramentas de educação e mobilização social para combatermos esse assunto, principalmente por conta das eleições e de todo histórico que já vimos no Brasil e no mundo com as Fake News durante esse período delicado.”, afirma Daniel. “Esperamos que a sociedade em geral participe e nos ajude a formar esse trabalho. A ideia de incentivar o uso da hashtag e ampliar essa consulta é a nossa forma de abrir a discussão e formar o interesse social por informações mais limpas e verídicas”, explica.

O projeto já tem toda a estrutura e a inteligência necessária formada, e espera por apoio do governo para dar início aos trabalhos. A TV Senado irá transmitir ao vivo a partir das 13h. A sessão será para senadores e uma comissão de membros de outras entidades públicas.

 

http://propmark.com.br/digital/ceo-da-dnpontocom-apresenta-fake-news-autentica-no-senado

Leia mais

consultor de segurança digital, Daniel Nascimento , Discursando no Senado Federal

  |   Informativo, seguranca, Temas de Palestras   |   Nenhum comentário

Daniel Nascimento, consultor em segurança digital, CEO da DNPontocom, empresa especializada em segurança e soluções digitais, e autor da sua biografia, Dnpontocom – A Vida Secreta e Glamourosa de Um Ex-hacker, foi convidado para apresentar nesta quarta-feira, dia 21 de março, de 2018 para senadores e uma comissão de membros de outras entidades públicas, o projeto Fake News Autentica, que poderá ajudar a combater a disseminação de notícias falsas e sensacionalistas na internet.

Segundo Daniel, a ideia do projeto é simples e o portal será formado por uma junta de jornalistas e analistas que investigam notícias divulgadas na internet e que validam a veracidade dessas informações, criando trendings topics no portal. Junto à averiguação desse grupo há ainda o trabalho dos bots, um robô que automatiza procedimentos computadorizados, espalhados na internet e nas redes sociais, que fazem a leitura e captam também essas informações.

“O mundo todo hoje se debruça neste problema de notícias falsas, a fim de solucionar essa questão, sem apelar para a censura nos conteúdos online.”, diz Daniel. “Não temos como conter a produção de Fake News, pois isso seria controlar a internet, mas precisamos adotar medidas educativas com o uso de ferramentas que nos ajudem a reduzir esse obstáculo.”, completa.

O bot também será responsável pela absorção das dúvidas das pessoas sobre determinado conteúdo, em que ao utilizar a hashtag #fakenewsautentica, é possível permitir o rastreamento pelo robô dessa matéria e a validação de sua veracidade pelo portal. Por outro lado, há também um trabalho de inteligência artificial, em que a partir da coleta de dados dos focos de onde estão sendo espalhadas essas fake news, essas informações poderão ajudar as entidades responsáveis a combater esses crimes da internet.

 

Discurso de Daniel Nascimento no Senado Federal

Leia mais

Domingo Espetacular tv Record entrevista Daniel Nascimento

  |   Entrevistas   |   Nenhum comentário

Atualmente, é bastante comum ter celulares e computadores invadidos e até transformados em espiões. Então, a equipe do Domingo Espetacular conversou com jovens, conhecidos como hackers do bem, que são especialistas em prevenir e responder aos ataques virtuais. Daniel Nascimento, de 28 anos, foi um hacker do mal durante um bom tempo, do quarto comandava invasões a bancos e sites de grandes empresas. Inclusive, chegou a ser considerado o maior hacker brasileiro. Mas, agora, usa seus conhecimentos de outra forma, Daniel explicou como é fácil encontrar os dados de uma pessoa comum na internet e, também, deu dicas para se proteger.

 

https://noticias.r7.com/domingo-espetacular/videos/hackers-do-bem-dao-preciosas-dicas-para-se-proteger-de-ataques-virtuais-21022018

Leia mais